This website uses cookies to ensure that we give you the best experience on our website. If you continue we assume that you consent to receive all cookies on all websites.
For further information, please click here >>.

PE/232/S - ADMINISTRADOR(A), ENGENHEIRO(A) DE PRODUÇÕES AUDIOVISUAIS (AD 7)

Local : Bruxelas
Fim da publicação no sítio Web externo : 10/09/2021 12:00
Serviço : 00-Parlement Européen
Referência : PE/232/S - AUDIOVISUAL INGINEER
Guia destinado aos candidatos :

Generalidades

Antes de se candidatarem, os/as interessados(as) devem ler atentamente o guia que lhes é destinado, em anexo ao presente aviso de recrutamento.

Este guia, que faz parte integrante do aviso de recrutamento, ajuda a compreender as regras respeitantes aos procedimentos e às modalidades de inscrição.

 

ÍNDICE

A. NATUREZA DAS FUNÇÕES, CONDIÇÕES DE ADMISSÃO (PERFIL EXIGIDO)

B. ETAPAS DO PROCESSO

C. APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS

ANEXO: GUIA DESTINADO AOS/ÀS CANDIDATOS(AS) A PROCESSOS DE SELEÇÃO ORGANIZADOS PELO PARLAMENTO EUROPEU

 

A. NATUREZA DAS FUNÇÕES, CONDIÇÕES DE ADMISSÃO (PERFIL EXIGIDO)

1. Considerações gerais

O Parlamento Europeu decidiu iniciar o processo de provimento de 6 lugares de funcionário(a) (AD 7) na Direção Geral da Logística e da Interpretação para Conferências e na Direção Geral da Comunicação, com base no artigo 29.º, n.º 2, do Estatuto dos Funcionários da União Europeia. Os perfis procurados são os de engenheiro(a) de produções audiovisuais especializado(a) na integração de sistemas de radiodifusão e multimédia.

Estes lugares requerem qualificações especiais, tal como indicado na secção A, ponto 3, alínea b), do presente aviso.

O recrutamento far se á no grau AD 7, primeiro escalão, a que corresponde o vencimento de base de 6 294,84 euros por mês. Este vencimento está sujeito ao imposto comunitário e aos demais descontos previstos no regime aplicável aos funcionários da União Europeia e está isento de qualquer imposto nacional. O escalão em que os/as candidatos(as) aprovados(as) serão recrutados(as) poderá, contudo, ser adaptado em função da sua experiência profissional. Além disso, ao vencimento de base poderão acrescer, em determinadas condições, um certo número de subsídios.

O Parlamento Europeu aplica uma política de igualdade de oportunidades e aceita as candidaturas sem discriminação, nomeadamente discriminação baseada no género, na raça, na cor, na origem étnica ou social, nas características genéticas, na língua, na religião ou nas convicções, nas opiniões políticas ou em qualquer outra opinião, na pertença a uma minoria nacional, na riqueza, no nascimento, na deficiência, na idade, na orientação sexual, no estado civil ou na situação familiar.

Natureza das funções

2. Natureza das funções

Afetados(as) a Bruxelas, os/as candidatos(as) aprovados(as) deverão, sob a alçada do(a) chefe de unidade e no âmbito dos programas e das prioridades definidos pelos órgãos parlamentares e pelos seus superiores hierárquicos:

- gerir a conceção, o desenvolvimento e a implementação de sistemas audiovisuais e de conferência profissionais no âmbito de projetos realizados pelo departamento técnico, pela unidade e pela direção;
- contribuir para a implantação técnica funcional e operacional e para o funcionamento de infraestruturas audiovisuais e de conferência com interpretação simultânea;
- contribuir para o funcionamento e a manutenção das instalações de produção e de difusão broadcast, multimédia e de conferências;
- acompanhar os utilizadores destas instalações e aconselhar os superiores hierárquicos sobre as orientações estratégicas em matéria de tecnologias e infraestruturas técnicas.

Este domínio abrange todas as tecnologias relacionadas com a produção e a difusão de conteúdos multimédia (televisão, rádio, produção institucional, cobertura das salas de reunião, webstreaming, webpublishing e sistemas de conferência com interpretação simultânea) e exige um conhecimento profundo de eletrónica, de informática, do tratamento do sinal analógico e digital, bem como das novas tecnologias digitais.

O desempenho destas funções requer igualmente capacidades de análise, de resolução de problemas complexos, de redação, de coordenação (pessoal interno e externo), de gestão administrativa (dossiês, concursos e contratos), de comunicação e de aprendizagem e bons conhecimentos práticos do software de burótica e de gestão de projetos assistidos por computador, bem como do equipamento de medição do sinal. Os/As candidatos(as) aprovados(as) recrutados(as) devem igualmente poder comunicar em inglês ou em francês com diferentes interlocutores técnicos e administrativos, a fim de facilitar a resolução de problemas técnicos ou administrativos e a criação de consensos nos grupos de trabalho.

O exercício destas funções pressupõe a realização de missões frequentes aos locais de trabalho do Parlamento Europeu, bem como múltiplos contactos internos e externos.

Condições de admissão

3. Condições de admissão

No prazo fixado para a apresentação das candidaturas, os/as candidatos(as) devem preencher as seguintes condições:

a) Condições gerais

Nos termos do artigo 28.º do Estatuto dos Funcionários da União Europeia, o/a candidato(a) deve, em particular:

– ser nacional de um dos Estados Membros da União Europeia,
– encontrar se no pleno gozo dos seus direitos cívicos,
– encontrar se em situação regular face às leis de recrutamento que lhe forem aplicáveis em matéria militar,
– oferecer as garantias de moralidade requeridas para o exercício das funções em causa.

b) Condições específicas

i) Habilitações e diplomas exigidos

Os/As candidatos(as) devem possuir um nível de estudos correspondente a, no mínimo, quatro anos de estudos universitários completos, comprovados por um diploma num dos seguintes domínios: tecnologias do audiovisual broadcast e multimédia, eletrónica, informática, produção audiovisual broadcast e multimédia ou produção de som e conferências

ou

um nível de estudos correspondente a, pelo menos, três anos de estudos universitários completos num dos seguintes domínios: tecnologias do audiovisual broadcast e multimédia, eletrónica, informática, produção audiovisual broadcast e multimédia ou produção de som e conferências, seguidos de experiência profissional pertinente de, no mínimo, um ano.

ii) Experiência profissional exigida

Os/As candidatos(as) devem ter adquirido, posteriormente à obtenção das qualificações exigidas na secção A, ponto 3, alínea b), subalínea i), uma experiência profissional com a duração mínima de seis anos nos seguintes domínios:

  • integração de sistemas broadcast, de conferências e informáticos para aplicações audiovisuais, em especial no que diz respeito às seguintes tecnologias: máquinas de filmar, misturadores de áudio e vídeo, matrizes de comutação, servidores de vídeo, sistemas de encaminhamento SDI e IP, redes (TCP/IP e UDP/IP), codificadores e descodificadores, plataformas de produção e plataformas de transmissão para aquisição, edição (montagem), transcodificação, difusão (satélite, webstreaming, webpublishing) e arquivo;
  • tecnologias broadcast e multimédia, informáticas e de arquitetura IP num ambiente de produção broadcast (teoria e integração) e tratamento do sinal (analógico e digital);
  • ambiente técnico audiovisual para a produção e a difusão de programas audiovisuais broadcast e multimédia para televisão e/ou para a produção institucional;
  • orientação e coordenação de projetos audiovisuais profissionais;
  • coordenação de equipas.

iii) Conhecimentos linguísticos

Os/As candidatos(as) devem possuir um conhecimento profundo (no mínimo, nível C1) de uma língua oficial da União Europeia (língua 1): alemão, búlgaro, checo, croata, dinamarquês, eslovaco, esloveno, espanhol, estónio, finlandês, francês, grego, húngaro, inglês, irlandês, italiano, letão, lituano, maltês, neerlandês, polaco, português, romeno ou sueco,

e

muito bons conhecimentos (no mínimo, nível B2) de inglês ou francês (língua 2).

A língua 2 deve ser diferente da língua 1.

 

Informa se os/as candidatos(as) de que a escolha das línguas 2 (inglês ou francês) para efeitos do presente processo de seleção se prende com os interesses do serviço. Com efeito, o lugar de engenheiro(a) de produções audiovisuais exige conhecimentos linguísticos particulares devido à natureza das funções descritas na secção A, ponto 3, alínea b), do presente aviso de recrutamento. O conhecimento de uma destas duas línguas é essencial para o desempenho das responsabilidades que o/a funcionário(a) assumirá, para a execução das tarefas que lhe serão confiadas, bem como para satisfazer a exigência de um forte sentido de comunicação nas relações de trabalho com diversos interlocutores internos e externos que se exprimem principalmente em inglês ou em francês.

O inglês e o francês são igualmente as línguas mais utilizadas nas relações dentro das unidades das duas direções gerais de recrutamento e entre elas, bem como na comunicação com as demais direções gerais e com as autoridades políticas e administrativas da instituição, nomeadamente na redação de documentos. São também as línguas habituais de comunicação com os interlocutores externos (prestadores de serviços, administrações e autoridades). Consequentemente, para desempenharem as suas funções e assegurarem o bom funcionamento dos serviços, as pessoas recrutadas devem estar em condições de trabalhar e comunicar eficazmente em, pelo menos, uma destas duas línguas.

Além disso, para garantir a igualdade de tratamento, todos(as) os/as candidatos(as), incluindo aqueles(as) cuja primeira língua oficial seja uma destas duas línguas, devem possuir conhecimentos suficientes de uma segunda língua, que deve ser a outra das duas línguas referidas.

Admissão ao processo de seleção

B. ETAPAS DO PROCESSO

O processo de seleção é organizado com base na avaliação das habilitações e na prestação de provas.

1. Admissão ao processo de seleção

Se

– preenche as condições gerais de admissão e se
– apresentou a sua candidatura nos termos e no prazo estabelecidos,

o comité de seleção examinará a sua candidatura, tendo em conta as condições específicas de admissão (secção A, ponto 3, alínea b)).

Se preencherem as condições específicas de admissão, os/as candidatos(as) serão admitidos(as) ao processo de seleção pelo comité de seleção.

Para a apreciação dos dossiês de candidatura, o comité de seleção baseia se exclusivamente nas informações constantes do formulário de candidatura que forem atestadas por documentos comprovativos.

Avaliação das qualificações

2. Avaliação das qualificações

O comité de seleção, com base numa grelha de avaliação previamente aprovada, procede à avaliação das qualificações dos(as) candidatos(as) admitidos(as) ao processo de seleção e estabelece a lista dos(as) trinta melhores candidatos(as), que serão admitidos(as) às provas.

Na avaliação das qualificações dos(as) candidatos(as), o comité de seleção terá particularmente em conta os seguintes elementos, a documentar no formulário de candidatura:

1. Conhecimentos e experiência

- na conceção e implantação de sistemas fixos (infraestruturas) ou temporários (eventos) de produção e difusão broadcast, multimédia e webstreaming, com base nas normas do mercado e nas normas dos organismos de normalização (EBU, SMPTE, ITU, etc.);
- no domínio das tecnologias broadcast e multimédia, das arquiteturas IP num ambiente de produção broadcast (teoria e integração) e do tratamento do sinal (analógico e digital);
- no domínio da exploração e da manutenção de infraestruturas audiovisuais profissionais fixas e móveis;
- na conceção e implantação de sistemas de conferência e interpretação (sistemas fixos e móveis, com participação presencial e à distância);
- no domínio da certificação informática (Cisco e/ou Arista) ou conhecimentos equivalentes em matéria de implantação e configuração das redes para uma aplicação multimédia.

2. Competências e aptidões

- orientação e coordenação de projetos audiovisuais profissionais;
- chefia e coordenação de equipas, gestão geral (criação de consensos, gestão de conflitos, planeamento), comunicação escrita e oral e trabalho em equipa (reuniões, grupos de trabalho, etc.);
- gestão administrativa de dossiês, do hardware e do software;
- aprendizagem (autoaprendizagem e formação contínua) sobre as novas tecnologias.

Cotação: de 0 a 20 pontos.

Provas

3. Provas

Prova escrita

a) Prova de redação na língua 2 (inglês ou francês), com base num dossiê, destinada a avaliar a capacidade dos(as) candidatos(as) para exercer as funções descritas na secção A, ponto 2, bem como a sua capacidade de redação.

Duração da prova: 3 horas.
Cotação: de 0 a 40 pontos (pontuação mínima exigida: 20 pontos).
Esta prova será efetuada em linha, em computador.


Provas orais

b) Entrevista com o comité de seleção na língua 2 (inglês ou francês) destinada a avaliar, à luz dos dados que figuram no dossiê de candidatura, a aptidão dos(as) candidatos(as) para exercerem as funções descritas na secção A, ponto 2. O comité de seleção poderá testar os outros conhecimentos linguísticos especificados no formulário de candidatura.

Duração máxima da prova: 45 minutos.
Cotação: de 0 a 40 pontos (pontuação mínima exigida: 20 pontos).

c) Prova de debate em grupo ou jogo de simulação na língua 2 (inglês ou francês) destinada a permitir ao comité de seleção avaliar a capacidade de adaptação, a aptidão para negociar, a capacidade de decisão e o comportamento dos(as) candidatos(as) num grupo ou perante uma determinada situação.

A duração da prova de grupo será definida pelo comité de seleção, em função da composição definitiva dos grupos.
A duração máxima da prova do jogo de simulação é de 25 minutos.

Cotação: de 0 a 20 pontos (pontuação mínima exigida: 10 pontos).

Estas provas poderão ser organizadas à distância.

Os/As candidatos(as) receberão oportunamente as instruções para a prova escrita e as provas orais. As provas realizam se numa data e num horário precisos. Se os/as candidatos(as) não responderem a uma convocatória, não estiverem contactáveis por correio eletrónico ou não se apresentarem a uma prova, serão excluídos(as). Os/As candidatos(as) deverão seguir escrupulosamente as instruções. O incumprimento das instruções ou um comportamento não conforme com as instruções resultam na exclusão imediata do(a) candidato(a).

Lista dos candidatos aprovados

4. Inscrição na lista de candidatos(as) aprovados(as)

São inscritos na lista de candidatos(as) aprovados(as) os nomes dos(as) doze candidatos(as) que tenham obtido a pontuação mais elevada no conjunto do processo (avaliação das qualificações e provas a), b) e c)) e que tenham alcançado a nota mínima exigida em cada uma das provas.

Os/As candidatos(as) serão informados(as) individualmente e por escrito dos resultados que obtiveram.

A lista dos(as) candidatos(as) aprovados(as) será publicada na Intranet do Parlamento Europeu.

A validade da lista de candidatos(as) aprovados(as) expira em 31 de dezembro de 2024, podendo ser prorrogada por decisão da entidade competente para proceder a nomeações. Nesse caso, os/as candidatos(as) aprovados(as) inscritos(as) na lista serão oportunamente informados.

Se um(a) candidato(a) inscrito(a) na lista de candidatos(as) aprovados(as) receber uma proposta de emprego, deverá apresentar, para efeitos de certificação, os originais de todos os documentos exigidos, nomeadamente diplomas e certificados de trabalho.

A inclusão numa lista de candidatos(as) aprovados(as) não constitui nem um direito nem uma garantia de recrutamento.

Apresentação das candidaturas

C. APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS

Para se candidatarem, os/as candidatos(as) devem ter uma conta na plataforma Apply4EP: https://apply4ep.gestmax.eu/search/index/lang/pt_PT. Cada candidato(a) só pode ter UMA conta. Para a apresentação da candidatura, é necessário clicar em «Candidatar se em linha», no fim da página.

Os/As candidatos(as) devem ler atentamente o Guia destinado aos/às candidatos(as) a processos de seleção organizados pelo Parlamento Europeu antes de preencher o formulário de candidatura e apresentar os documentos comprovativos pertinentes.


Prazo para a apresentação das candidaturas

O prazo para a apresentação das candidaturas é

10 de setembro de 2021, às 12 horas (meio dia), hora de Bruxelas.

Após a validação do formulário de candidatura, será automaticamente enviado ao/à candidato(a) um aviso de receção.

Solicita se aos/às candidatos(as) que NÃO TELEFONEM a pedir informações sobre o calendário dos trabalhos.